➳ O DNA sustentável da Tiê

Conhecer a Tiê, marca brazuca de moda “eco”, na viagem que fiz recentemente a Belo Horizonte foi uma ótima surpresa. A loja de BH é localizada no bairro Savassi e tem um clima super agradável. Lá eu conversei com um time muito legal; o Bruno Vidal, diretor da Tiê, o Gustavo Camarano, gerente de marketing e a Emanuelle Matoso, diretora de compras.

Entrevista Tiê
Eu e a equipe da Tiê, na loja de BH. Foto: Arquivo Roupartilhei

No bate-papo (áudio abaixo ♫) eu entendi mais sobre os processos produtivos e as estratégias da marca, que já tem cinco anos e agora passou por uma reformulação. O nome Tiê faz referência ao passarinho Tiê-sangue, espécie linda da Mata Atlântica, e a premissa deles é que toda e qualquer peça vendida lá – sejam roupas, sapatos ou acessórios – é feita por algum material de elaboração menos impactante social ou ambientalmente.

Cada produto vem com um “tag” bacaninha, explicando o perfil do material utilizado na peça. Uma matéria-prima interessante que eles usam é o algodão reciclado, que é obtido a partir do “desfibramento” de sobras e aparas de tecidos, passa por um novo emparelhamento de fibras e torna-se um tecido de algodão recuperado. Eles também utilizam algodão cultivado orgânicamente, fibras de PET, liocel, tecidos com CO2 Control, entre outras alternativas.

Tag Tiê
Foto do tag de uma camiseta produzida com fibra de PET. A frente do tag informa o diferencial sustentável do produto, e atrás há um textinho falando sobre a produção. Foto: Arquivo Roupartilhei

Outra estratégia consciente deles é que o design de cada coleção é pensado para somar com a “tiragem” anterior, fazendo com que as peças conversem ao longo do ano, tanto em termos de modelagem quanto na paleta de cores.

Loja Tiê
Interior da loja de BH. Foto: Divulgação Tiê

Além disso, eles curtem lançar peças que podem ser usadas de formas diferentes; tipo a blusa Camaleão, que através de um jogo de botões pode ser usada como blusa, poncho ou saia e torna o armário mais eficiente. Eu comprei lá um casaquinho bem solto de linho branco – fibra com cultivo de baixo impacto ambiental – e uma pulseira de cápsulas de Nespresso customizada, que achei genial!

Além de valorizarem a transparência e a justiça social ao longo de sua cadeia produtiva, eles também vão apostar cada vez mais em ações sociais que possam engajar consumidores e comunidades no entorno das lojas.

Tiê PET 2
Moradores de Petrópolis trocam PETs por roupas, durante ação social realizada pela marca. Foto: Divulgação Tiê

No início de fevereiro, por exemplo, eles realizaram a ação social “PET tá na Moda” em Petrópolis, onde moradores do Vale do Carangola trocaram PETs vazias por peças da Tiê. Foram arrecadadas mais de 1.000 PETs, que serão encaminhadas a cooperativas que realizarão oficinas de reciclagem. Legal, né?

A primeira loja da Tiê está na Vila Madalena, em São Paulo, e já existem franquias também em Petrópolis e São José dos Campos. Mas nem precisa sair de casa para acessar o e-commerce do site deles e ficar atualizado com notícias e promoções no Insta da marca. Eu já sou fã 😉

✌✌♻♻

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s